Decoração e eficiência energética

Decoração e eficiência energética

A decoração aliada à eficiência energética.

Termos passado muito tempo em casa, devido à pandemia, fez com que começasse a dar  mais atenção à nossa casa, a ter mais vontade de apostarmos em reformas e redecorações com maior frequência. Na verdade, quando se opta por avançar com certo tipo de procedimentos, é também mais simples levar em consideração vários pontos que estão relacionados com a poupança de energia que nos dá a possibilidade de reduzirmos as contas de energia da nossa casa.

As reforma da casa, bem como a sua decoração, não são apenas para oferecer estilo à nossa casa ou para que fique mais bonita. Apesar de, à primeira vista, parecer que têm pouco em comum, a decoração está fortemente relacionada com a eficiência energética.

Saiba mais sobre a relação de ambos os conceitos, e fique a par dos truques para poupar energia e ainda deixar a sua casa muito mais bonita e confortável.

 

O seu contrato de energia

Portanto, como já foi mencionado, é possível sim, poupar energia através de um bom plano de decoração e reformas. No entanto, para que realmente poupe, é importante ter em conta algumas características do seu contrato de eletricidade, já que pode não adiantar muito, levar a cabo truques para poupar luz, e ter tarifas bastante caras.

 

Conselhos básicos para poder poupar ainda mais nas contas:

 

  • Compare as tarifas de energia dos principais fornecedores de energia: EDP, Endesa e Goldenergy, são dos maiores fornecedores de energia em Portugal.
  • Escolha o melhor tipo de tarifa de acordo com o seu consumo;
  • Tenha a certeza de que a potência contratada é a que realmente necessita. Por vezes está a pagar um valor tão alto, por uma potência que não necessita.
  • Comunique a leitura mensalmente, e fique atento ao seu consumo.

 

Decoração e eficiência energética

Existem vários pontos que se podem levar em consideração, mas vamos aos principais e mais comuns:

 

Sistemas de iluminação

É preciso levar em consideração que a iluminação apresenta um papel determinante na decoração do seu lar. É importante saber que o sistema de iluminação da casa pode chegar a representar cerca de 25% da fatura de eletricidade. Assim, o mais aconselhável é que aposte nos sistemas atuais de iluminação LED, já que apresentam um consumo de cerca de 80% menos do que os sistemas tradicionais.

 

É de fato muito importante, fazer um bom projeto de iluminação, para não iluminar de forma excessiva as várias partes da sua casa, sendo que é um desperdício de eletricidade.

 

Os Tapetes

Ter tapetes, além de impedirem que fique com os pés frios devido ao contacto com o chão, evita que se recorra tanto aos sistemas de aquecimento que tanta energia gastam. Além disso, deixam a sua casa mais charmosa, elegante e bonita.

 

As Cortinas

A luz solar oferece-nos iluminação e sem ter que pagar por isso. Usufruir de iluminação natural na nossa casa, vai ajudar a poupar bastante, e por isso ter janelas grandes, que possibilitem a entrada de luz natural.

Apesar disso, é recomendado que tenha cortinas que possam cobrir essas janelas, de modo a que a temperatura da nossa casa fique mais agradável e estável.

O tipo de cortinas pode variar de acordo com a estação do ano. No verão opte por uma cortina mais fina, para que não absorva mais calor e se torne tão quente, no inverno ter uma cortina grossa, ajudará a que o calor no interior da casa não escape.

 

Eletrodomésticos mais eficientes

Impossível falar de eficiência energética e não mencionar os eletrodomésticos. Atualmente o mercado já oferece vários modelos modernos, e com grande eficiência energética que contribuem para gastar menos energia.

Certamente já ouviu falar nas etiquetas energéticas que classificam os eletrodomésticos mais eficientes, estando identificados com uma letra (de A a G), e com a respetiva cor.

A classe A é a mais eficiente, isto é, aquela que garante que gasta menos energia tendo o mesmo desempenho. O preço dos aparelhos elétricos com esta etiqueta podem ser superiores, mas não se preocupe porque em pouco tempo, a redução da conta de energia compensa esse investimento.

 

Espelhos e quadros

Os espelhos também podem funcionar como refletores de luz, e portanto, se colocar alguns espelhos nas divisões da sua casa, pode ajudar na poupança de energia, pela existência de mais iluminação natural.

Saiba ainda que os quadros ajudam a combater o frio que vem pelas paredes, bem como uma estante com livros.

 

As Cores e os materiais

As cores mais recomendadas para os seus móveis e paredes, devem ser mais claras, pois dão maior sensação de iluminação e também por não absorverem tanto calor.

No caso dos materiais, escolha sempre que possível, materiais sustentáveis de decoração, já que o durante o seu processo de fabrico contribui para a poupança de energia.

 

Opte pelo chuveiro e não pela banheira

Atualmente, os chuveiros podem ser elementos bastante decorativos. Antigamente não era assim, já que eram muito básicos, e por isso já um pouco obsoletos. Os tempos mudaram e estes sistemas acompanharam essa mudança. Opte por ter um chuveiro, e elimine a banheira, pois além de ocupar mais espaço, faz com que gaste mais água também, pois a tentação de a encher é nem maior.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]